Recomendações

(6)
Jorge Luiz Vaz, Advogado
Jorge Luiz Vaz
Comentário · há 3 anos
Isso é prerrogativa ou mordomia? Mais uma vez, a viúva paga a conta.

Sabemos que o Estado não fabrica dinheiro e que todas essas "prerrogativas" ou mordomias veem dos impostos pagos, e muito bem pagos, pelos brasileiros que deixam 5 meses de trabalho e suor para que o governo possa administrar toda essa dinheirama em setores como saúde, transporte, educação, moradia, segurança e pagamentos da folha salarial de seus servidores.

Ocorre que com todas essas mordomias que querem dar a um setor, de uma das funções do poder,(já que o poder é uno) só vai fazer com que a nossa carga tributária fique mais pesada e muito mais complicada de ser administrada.

Assim, uma vez sendo concedida essas mordomias, disfarçadas de "prerrogativas", a sociedade é que será penalizada, pois seus ombros ficarão mais pesados.

Não adianta aquela velha desculpa de que o Juiz precisa ficar e estar motivado para que melhor possa produzir. Isso não cola mais, Se o Juiz ou outro servidor público qualquer achar que está ganhando mal, que tente a sorte no setor privado.

O cidadão brasileiro tem que ter a noção de que todos essas gastos são pagos via impostos, e que não podemos aceitar isso com medo ou naturalidade, bem como aceitar a velha desculpa de "motivação". Se não está motivado que procure o setor privado ou troque de profissão. Aliás, nos dias atuais, motivação maior que estabilidade do emprego não há, e no caso dos Juízes, eles têm vitaliciedade do cargo, que é diferente da estabilidade.

Sabemos de todo o preparo para ingressar na magistratura, mas sabemos que outras carreiras, não menos importante na sociedade, sequer tem 30% disso. Outras, como os professores e médicos, sequer tem 5% disso. Sabemos também que para muitas prefeituras os 5% dos adicionais, que querem dar aos Juízes, correspondem aos salários dos professores desses pequenos Municípios.

Os Juízes merecem bons salários, sim. Mas outras profissões merecem um ótimo salário, pois são de suma importância para o desenvolvimento do país, e corroboram, também, para a consolidação da nossa democracia, pois um país não vive sem educação (professores), saúde (médicos e enfermeiros), Segurança (policiais), transportes (melhor transporte público) e saneamento básico.

A democracia não se faz só com judiciário forte, se faz com um país igual, justo e sem privilégios para qualquer setor.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Stella

Carregando

Stella ...

Entrar em contato